Encontre uma igreja

Cadastrar Igreja

Agenda das Igrejas

junho 2018
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Sugerir Agenda

Palavras

Um remédio muito bom!

tumblr_lo4rqa0ibu1qj5fuio1_400
  • Email
  • Orkut

Capa para Facebook
VN:F [1.9.10_1130]
Avaliação: 0.0/10 (0 votos computados)

Que ninguém gosta de remédio é fato e que existe remédio bom pra tomar, isso é boato. Remédio bom não é aquele que apenas cura. Segundo a definição trazida no Dicionário Aurélio da língua portuguesa, remédio é “aquilo que serve para curar, aliviar dor ou enfermidades”. Então, se não cura, não é remédio.
Remédio bom cura e tem bom gosto. Alguém pode dizer: Só Deus pode fazer isso. E fez! “O coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos.” Pv.17:22 O coração alegre é reconhecido em qualquer lugar. Não se trata de momentos de alegria, mas de um estado de espírito. Traz cura a si mesmo e contribui na cura daqueles que dele se aproximam.
E o que faz o coração ser alegre e não somente estar às vezes alegre? Certamente, reconhecer que a força que o sustenta todo dia é a alegria do Senhor. “… ; portanto não vos entristeçais; porque a alegria do Senhor é a vossa força.” Ne.8:10 Mas tudo que é bom precisa ser bem guardado, ninguém quer perder o que é bom.
Saber que emoções não são confiáveis, que devem ser consideradas, mas nem sempre obedecidas; pode ser uma boa medida para proteger a alegria do coração. Obedecer à voz da tristeza, raiva, euforia e outras emoções do dia a dia, pode ser arriscado. “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?”Jr.17:9  Mas ouvir a voz do ensino de Deus ao espírito nas situações diversas do dia a dia, mantem o coração alegre. “O que atenta para o ensino acha o bem, e o que confia no Senhor, esse é feliz.” Pv.16:20
Não compartilhar da alegria do coração com estranhos também ajuda mantê-la em alta. Estranhos não são somente desconhecidos. Podem ser até conhecidos, mas que não são confiáveis. Ser prudente sempre vale a pena. “O coração conhece a sua própria amargura, e da sua alegria não participará o estranho.” Pv.14:10
Não aceitar ser refém da tristeza, também pode ser uma boa medida de proteção para a alegria do coração. Ninguém ama mais outra pessoa, por estar ela sempre triste. Compaixão e amor não são sinônimos. A compaixão pode ser circunstancial, o amor pode ser eterno. A tristeza permanente não deve ser usada como instrumento de conquista ou mudança de outro, isso não terá um fim proveitoso.
Então é melhor ajudar o coração perceber as boas coisas que Deus tem dado, alegrar-se e lutar por mais delas. Afinal de contas quem não quer fica perto de um coração alegre, mesmo sendo ele um remédio?

Bpa. Cássia Helena


Categorias: Igrejas, Palavras Endereço: http://www.eucurtojesus.com.br/igrejas/um-remedio-muito-bom/

Deixe um comentário


 

Eventos

Procurando comunhão entre irmãos?

categoria6

Mais notícias